Você sabe qual o nível de maturidade digital da sua organização? Segundo um estudo feito pela McKinsey & Company — consultoria empresarial americana —, grande parte das companhias brasileiras não fazem um bom aproveitamento da tecnologia em suas rotinas produtivas.

Estabelecer uma relação sólida com o mundo virtual é um passo importante para agir de forma estratégica e impulsionar a performance de um negócio, mantendo-o sempre competitivo. Continue a leitura e descubra em que pé está a sua empresa!

Veja como medir o nível de maturidade digital de uma organização

Um dos modelos mais comuns para mensurar a maturidade digital de uma empresa é o da consultoria International Data Corporation (IDC). Esse método considera que toda empresa pode ser posicionada em uma escala de 1 a 5:

  • nível 1 — aquelas companhias que ainda resistem à tecnologia e têm poucos ou nenhum processo digitalizado;
  • nível 2 — estão começando a incorporar recursos tecnológicos e já entendem a importância da transformação digital;
  • nível 3 — já têm muitos processos digitais em suas rotinas produtivas, mas ainda não possuem uma base totalmente digital;
  • nível 4 — empresas realmente digitais e que estão profundamente ligadas a ferramentas tecnológicas;
  • nível 5 — esse é o estágio mais difícil de atingir e se refere aquelas organizações que lideram o seu próprio segmento em termos de inovação e resultados, a exemplo do Google.

Agora, para definir uma meta a ser alcançada nessa jornada e analisar mais profundamente cada setor do seu negócio, siga os seguintes passos:

Passo 1 — Defina o que vai ser avaliado

Primeiro, liste todas as áreas ou setores da sua empresa e defina as mais importantes para o seu sucesso. Nesta etapa, você pode separar um grupo de itens para avaliar.

Passo 2 — As formas de classificação

Antes de começar a avaliação do nível de digitalização de cada setor da empresa, é preciso estabelecer uma forma de classificação, que pode ser:

  • fraco, regular ou bom;
  • não executa, executa mal, executa, executa bem;
  • crítico, fraco, regular, bom, excelente.

Passo 3 — Dê um peso para cada área de acordo com o seu nível de importância

Por exemplo, se a sua empresa é especializada na venda de softwares, a área de desenvolvimento pode ter um peso maior do que as demais. Dentro de uma mesma área ou setor ainda podem haver processos mais relevantes que outros.

O peso vai funcionar como um elemento multiplicador na hora de atribuir uma nota para cada item avaliado.

Passo 4 — Diagnóstico organizacional

Chegou o momento de se fazer algumas perguntas sobre cada área e atribuir uma nota para os itens avaliados. O ideal é que cada resposta gere uma pontuação de 1 a 5.

A perguntas devem girar em torno da:

  • estrutura;
  • força de trabalho;
  • cultura do ambiente;
  • integração de ferramentas tecnológicas.

Em seguida, calcule a pontuação de cada área, sem esquecer de considerar os pesos de cada setor/processo.

Com base nesses resultados você terá mais consciência de quais são os pontos da organização que a distanciam de elevar o seu nível de maturidade digital e, assim, criar planos de ação para desenvolver essas melhorias.

O seu negócio teve uma nota baixa na integração de ferramentas e processos inteligentes? Talvez seja a hora de mudar isso com quem realmente entende de transformação digital.

Na Sinergis você encontra ferramentas que proporcionarão uma mudança no dia a dia dos seus colaboradores, simplificando tarefas e trazendo a agilidade necessária para sair na frente da concorrência. Saiba mais sobre as soluções da Sinergis e eleve a digitalização da sua empresa.