Você sabe o que é agilidade organizacional e como ela interfere no sucesso da sua empresa? Para se sobressair no mercado de hoje e aproveitar o que a transformação digital traz de melhor, é fundamental investir na aplicação desse conceito.

E se engana quem pensa que ela se refere somente a cumprir com atividades de forma rápida. É certo que gestores e líderes de um empreendimento precisam ter velocidade nas suas tomadas de decisão. Porém, a agilidade empresarial também se refere à capacidade de adaptação, à simplificação de processos e ao fortalecimento da cultura organizacional do negócio.

Portanto, trata-se, na verdade, de um conjunto de valores e princípios voltados para promover um ambiente fortalecido e preparado para lidar com as adversidades.

Quer entender mais a fundo por que aplicar esse pilar na sua empresa? Continue a leitura do artigo!

O que é agilidade organizacional?

Como vimos, a agilidade organizacional não está ligada, necessariamente, à habilidade de cumprir com atividades de forma rápida. Ela trata muito mais da cultura, da liderança, do planejamento e da execução de processos de uma empresa, do que apenas da velocidade.

Assim, podemos defini-la como a capacidade que um negócio tem de se adaptar às mudanças, bem como de compreender o impacto dessas alterações e saber transformar a rotina da empresa a fim de melhorar seus resultados.

Aplicar esse conceito na companhia a torna mais resiliente, além de contribuir para a sua maior eficiência e inteligência. Organizações que são ágeis têm um grande diferencial de mercado, pois sabem lidar melhor com mudanças e, portanto, não ficam presas a processos obsoletos, investindo sempre em melhorias na sua rotina e modos de trabalho.

Por que é importante aplicar a agilidade na empresa?

Há muitas vantagens em trabalhar com um modelo de gestão ágil dentro da empresa. O primeiro ponto é que, ao não investir nessa adaptação e insistir no velho argumento de “sempre foi assim”, o seu negócio acaba se tornando ultrapassado no mercado.

Isso porque a organização não terá os meios necessários para atender às novas necessidades do público e competir com a concorrência, já que não aposta na inovação e melhoria de processos.

Para se ter uma ideia, já em 2018, uma pesquisa feita pela consultoria empresarial McKinsey, com 2.500 empresas, identificou que os empreendimentos ágeis tinham um indicador de desempenho de longo prazo 70% melhor do que o das companhias tradicionais.

As empresas que seguem metodologias ágeis mostram ter resultados melhores em diferentes áreas, como maior crescimento de receita e colaboradores mais engajados. Além disso, os modelos convencionais de gestão, normalmente, são muito detalhados e de difícil alteração, o que dificulta a adaptação em momentos de adversidade.

Dessa forma, uma gestão ágil também torna a empresa mais preparada para lidar com eventuais mudanças, conferindo, assim, longevidade à organização.

Em resumo, trabalhar a agilidade organizacional na empresa contribui para:

  • manter-se competitivo frente à concorrência;
  • garantir uma boa experiência do cliente;
  • saber ser flexível para se adaptar às mudanças do mercado rapidamente;
  • aumentar a produtividade e qualidade das entregas, em vista da melhoria dos processos internos;
  • direcionar a companhia para o sucesso;
  • entre outros.

Lembre-se sempre que esse é um princípio que pressupõe uma mudança de mentalidade de toda a companhia. E, para aplicá-la no seu negócio, você deve contar com o auxílio da tecnologia. Hoje, há diversos softwares de gestão ágil que contribuem para melhorar a produtividade de um empreendimento.

Sempre recomendamos aos nossos clientes duas plataformas completas: a Monday e a Freshworks, que oferecem ampla possibilidade de integração com ferramentas e funcionalidades para simplificar o dia a dia dos seus colaboradores, melhorar análises, comunicação, entre muitas outras vantagens.

Aproveite e saiba mais sobre as soluções da Sinergis!